Planeta das Traseiras

de Jorge CandeiasJoão VenturaKeith BrookeGabriel BozanoMaria Helena Bandeira

image

Ebook - ePub / PDF

Download grátis

Editor: E-nigma

Ano de edição: 2002

Ano de edição original: .

Páginas: 64

Categorias: Ficção CientíficaConto

Sinopse

Esta é uma antologia de contos sobre Marte disponibilizada no site E-nigma, dedicado à ficção científica e fantástico

«O planeta das traseiras ou, no Brasil, o planeta dos fundos, é Marte. Com o ponto de vista na Terra, na nossa casa, a porta da frente está, naturalmente, virada para o Sol, e olhando para as traseiras (ou para os fundos) da casa, por entre o tradicional aglomerado caótico de estrelas, encontramos o planeta vermelho. Por isso, esta é uma antologia de contos curtos sobre o planeta Marte. São Martes alternativos, mitológicos, semi-terraformados ou ainda virgens. São Martes onde os homens vêm morrer, lutar ou simplesmente voar. São seis caras diferentes do mesmo planeta, que vos são oferecidas por cinco escritores de estilos e graus de experiência na arte da escrita muito diferentes. E são seis caras originais e inéditas, desvendadas aqui pela primeira vez. " »

Contos incluídos:

  • No Vento Frio de Tharsis, por Jorge Candeias
  • Para Sempre Marte, por Maria Helena Bandeira
  • Crónica Marciana, ou A Explicação da Guerra, por João Ventura
  • O Caso Subuel Mantil, por Jorge Candeias
  • MARS TV, por Gabriel Bozano
  • Bem-vindos ao Planeta Verde, por Keith Brooke, com tradução de Jorge Candeias

Inclui, além dos contos listados acima, um prefácio de João Barreiros e dados bibliográficos dos autores.


Autor


Excerto

As regras para quem queria ser incluído nesta antologia eram simples: deveria escrever ou recuperar dos seus arquivos um conto curto sobre o planeta Marte. O desafio esteve posto aos autores de FC lusófonos durante vários meses, e o britânico Keith Brooke foi suficientemente simpático para, também ele, corresponder ao pedido, demonstrando que nem só de autores lusófonos vivem estas antologias.

O resultado foram seis contos, escritos de formas muito diferentes por autores com grandes diferenças quer no estilo, quer nas abordagens que escolheram, quer mesmo no grau de experiência na arte de passar ao papel o que ronda a sua imaginação. Contos em que a ficção científica predomina, numa vertente mais soft que hard, mas que não monopoliza, de tal modo que também a magia e os velhos deuses do Olimpo conseguiram neles um lugar. Curiosamente, foram seis contos inéditos. Ninguém ressubmeteu a esta antologia contos já publicados anteriormente, nem mesmo o Keith Brooke, cujo Bem-vindos ao Planeta Verde foi aceite para esta antologia antes de outro lugar qualquer, e só não foi aqui a sua estreia mundial por causa dos atrasos que este e-book sofreu e porque o David Pringle o publicou (como Welcome to the Green Planet) no número de Junho/Julho da sua Interzone (180).